terça-feira, 31 de março de 2009

Novos lançamentos



Poemas do Quirimbo 70; Quirimbo 70

Colectânea de poemas, grande parte deles sobre Angola.

21,5x14,5cm,100 páginas, Tecto de Nuvens, 2009

PVP 12,50€ (inclui portes do Correio)

Para encomendar este livro basta enviar um email para loja@tecto-de-nuvens.pt

30 comentários:

Anônimo disse...

Boa Noite!

Eu tenho um original, e estou a pensar, seriamente, em mandar para a vossa editora.

Já estive a ver o site e gostava de saber como variam os preços. Acho tudo isto muito complicado.

Peço desculpa pelo incómodo.

Obrigado!

Tecto de Nuvens disse...

Boa noite!

Os preços variam em função do número de páginas e do número de exemplares pretendidos, cada um paga exactamente aquilo que pede, ninguém paga uma letra, que seja, a mais do que aquilo que precisa.
Mas envie-nos o seu manuscrito, ou só as dúvidas, se preferir, nós simulamos, sem qualquer compromisso, e sem qualquer custo, orçamentos.
Envie-nos, por favor, um email para informacoes@tecto-de-nuvens.pt
e teremos todo o gosto em o esclarecer.

Anônimo disse...

Olá outra vez.

Então, por exemplo, se o meu livro fosse 180 páginas, e, eu quisesse uns 50 exemplares, quanto ficaria?

Tenho também, algumas dúvidas quanto à capa, é o próprio autor que a faz?

Tenho também quanto ao ISBN, etc. Como posso arranjar isso?

E, depois se, eventualmente, for editado, aparece no vosso site de vendas? E vai ser vendido em livrarias?


Peço desculpa por tantas perguntas...

Resto de bom dia.

Tecto de Nuvens disse...

Olá!
Podemos dizer-lhe que temos capas standard e capas personalizadas, em alguns casos já tivemos capas feitas pelos próprios autores; mas isto é se o desejarem, caso contrário temos ilustradores e designers que concebem as capas.
Também somos nós que tratamos do ISBN e do Depósito Legal.
Em relação às suas outras questões, já exigem mais detalhe, pois cada livro é diferente, o melhor mesmo é contactar-nos directamente pelo email informacoes@tecto-de-nuvens.pt, sem termos mais informações, não podemos orçamentar, por exemplo, quando diz 180 páginas de que tamanho de página estamos a falar? E qual é o tamanho e a fonte da letra?
Contacte-nos e forneça-nos as informações que nos faltam.
Muito obrigada.

Anônimo disse...

Quando me referia a páginas, eram as de um livro normal. A fonte é também a que normalmente se utiliza.

Gostava só de saber um valor mínimo... Uma aproximação... O custo mínimo do livro. Desejava que fossem valores concretos.

Obrigada pela paciencia.

Tecto de Nuvens disse...

Continuamos a insistir que remeta o seu caso específico para o email informacoes@tecto-de-nuvens.pt;
não podemos orçamentar um livro nos termos em que nos coloca (se se dirigir a uma biblioteca ou a uma livraria, vai encontrar livros de diferentes formatos, diferentes papéis e diferentes tipos de letra, e todos eles considerados normais dentro do sector), para sermos rigorosos temos de ver o manuscrito. E não tem de ter receio do processo, tem garantias de confidencialidade, não implica qualquer compromisso em publicar com a Tecto de Nuvens, nem tem qualquer custo.
Apresentarmos-lhe um orçamento nos termos em que no-lo pede e num blogue público levanta-nos uma série de questões deontológicas: sabemos, à partida, que não lhe estamos a prestar um bom serviço pois não estamos a partir de dados concretos; teríamos de lhe apresentar um orçamento que pecasse por excesso; cada livro tem um preço específico, uma vez que o autor é livre de querer mais ou menos elementos que lhe possam encarecer o livro, ao respondermos à sua pergunta com um valor, não só o induzíamos em erro a si, como aos outros autores; temos de respeitar os autores que não pretendem divulgar o quanto gastaram nos livros deles, apresentando aqui um orçamento, estaríamos a dar margem a especulações; finalmente, havendo no site um local próprio para deixar questões e havendo inúmeros endereços de email, número de telefone e de fax, e até a morada das nossas instalações, não há necessidade de fazer uma consulta pública, nem de desviar a atenção da postagem inicial que dá conta de um novo lançamento.
Temos todo o gosto em responder às suas questões da forma e no local mais apropriado, de preferência, sabendo com quem estamos a comunicar. Respeitamos a sua privacidade, e como tal, não lhe solicitamos que deixe ficar no blogue o seu contacto, mas voltamos a pedir-lhe o favor de nos contactar pelo endereço informacoes@tecto-de-nuvens.pt.
Muito obrigada.

Anônimo disse...

Hei cara,
O que você está querendo não é legal, está querendo, a todo custo, um preço para algo que você não está mostrando! Para além disso, eu estava querendo mais informações sobre este livro e pensei que já havia pessoas a colocar posts sobre o livro... Eu queria saber se o livro tem um caracter mais biográfico ou se é mais descritivo da paisagem africana. Será que dar para saber? E já agora dá para passar na editora e pegar um exemplar?
Agradecida.

Tecto de Nuvens disse...

Para anónimo nº2

O autor, Quirimbo 70, nasceu em Angola e o livro tem muito de biográfico, embora também seja descritivo das várias paisagens angolanas. O livro apresenta um percurso que se inicia antes da independência de Angola e que se prolonga à experiência de se ser um retornado.
Por norma, entregamos encomendas às quartas-feiras, entre às 10h30 e as 18h30, mas em qualquer outro dia é possível passar pelas nossas instalações e adquirir um livro, ou qualquer outro dos nossos produtos.

Albino disse...

Quais são as capas mais caras? (standard ou personalizadas?)

Tecto de Nuvens disse...

As capas standard fazem parte do pacote básico de edição; ou seja, o preço delas está incluído em todos os orçamentos; têm o mesmo layout, embora haja a possibilidade de se escolher a combinação de cores. Pode ver um exemplo em: http://www.tecto-de-nuvens.pt/lojaTecto/loja2/9083/9083/osc/product_info.php?products_id=150
As capas personalizadas, que são criadas de raiz pelos designers e ilustradores têm um preço extra ao pacote básico; quando nos é fornecida uma imagem ou uma fotografia, consideramos a capa semi-personalizada e fazemos um desconto de 35% sobre o preço habitual de uma capa standard.

Albino disse...

Quando fala em fotografia, nós é que a fornecemos, ou, são os ilustradores que tratam de arranjar?

E, no caso das capas personalizadas, pode ser o próprio autor a fazer?

Um abraço.

Natacha Oliveira disse...

Pronto, já mandei todas as minhas dúvidas para o mail que me recomendou. Dei todas as informações para poderem fazer um orçamento (acho eu). Espero que não demore muito. O controlador do blog é que responde, se for espero que seja rápido.

Natacha Oliveira.

Tecto de Nuvens disse...

Para Albino:

As capas são personalizadas quando os designers e ilustradores criam a capa de raiz, seja com um desenho, seja com uma fotografia; se o autor fornecer uma imagem ou uma fotografia (sobre a qual detenha direitos de autor) é uma capa semi-personalizada.
O autor pode fazer as capas, até pode paginar, se o souber; nesse caso, recomendamos a versão "Faça Você Mesmo", onde o autor só paga os serviços que não sabe fazer.
Exemplo dessa modalidade é o livro "Poemas do Quirimbo 70".

Tecto de Nuvens disse...

Para Natacha:

Se forneceu toda a informação necessária para um orçamento, deve recebê-lo segunda ou terça-feira. Se faltar algum elemento é contactada na segunda-feira para se obter a informação em falta.

Natacha Oliveira disse...

Muito Obrigado pela rapidez.

Com os dados para o orçamento deixei também algumas dúvidas.

Resto de Bom Dia.


Natacha Oliveira

Albino disse...

Quando se refere a paginar, refere-se mais concretamente a quê?

E na sua opinião fazer uma capa é difícil?

Tecto de Nuvens disse...

Como se costuma dizer, se precisa de perguntar...Só recomendamos o "Faça Você Mesmo" a quem tem experiência em paginar, porque se não tem nenhuma, é preferível remeter o manuscrito para o nosso sistema tradicional e nós tratamos de tudo. O mesmo se passa em relação às capas, obviamente que o grau de dificuldade para conceber uma é bastante subjectivo; se tem noções de estética, de perspectiva, de profundidade, se sabe desenhar, ou se sabe trabalhar uma fotografia, se consegue saber como é que determinadas cores podem, ou não, resultar com determinados papéis, etc., se sabe isso, ainda que de um modo básico, então fazer uma capa é fácil, de outro modo, pode ser uma tarefa bastante complicada.

Albino disse...

Bom Dia

Então e podemos escolher fazer a capa e paginar, e se não conseguirmos podemos mandar para a editora, para lá fazerem? de um modo mais simples estou a pergunatar se podemos voltar atrás?

Queria também que me explicasse melhor o que é paginar. sff

Tecto de Nuvens disse...

Na modalidade "Faça Você Mesmo" pode, a qualquer momento, adquirir módulos de serviços, o único problema é que no sistema tradicional a impressão, a paginação e a capa standard fazem parte de um pacote económico, o qual permite adquirir, igualmente, o serviço de revisão e o de capa personalizada mantendo, ainda, um preço muito competitivo. No "Faça Você Mesmo" adquirir a totalidade dos serviços fica mais caro do que no serviço tradicional, pois não há um preço para o conjunto, mas sim para cada uma das unidades. Para além disso, ao aderir ao "Faça Você Mesmo" começa por adquirir um manual de paginação e um template, que depois acaba por não usar se não souber fazer as coisas à partida.
Paginar, como o nome indica, é criar as páginas: as pares, as ímpares, as de entrada de capítulo, as páginas em branco, etc. Resumindo, no que diz respeito ao miolo, é entregá-lo pronto a imprimir, respeitando já as normas gráficas em vigor (guardando os bleeds, as zonas de dobra,etc.).

Albino disse...

Então a modalida tradicional, é a editora que a faz, certo? enquanto que na modalidade "faça voce mesmo", pode acontecer que só paguemos a impressão. Pela lógica, quem já sabe fazer esses processos todos, opta pela modalidade "faça voce mesmo", onde se só precisarmos da impressão, pagamos um preço muito mais em conta.

Na modalidade tardicional, é a editora que faz tudo. Então se optarmos pelo POD, e se não soubermos mexer muito bem naquilo, pagamos muito mais.

Então fazendo uma síntese:

para quem não sabe fazer - pacote tradicional.

para quem sabe - pacote "faça voce mesmo".

Agradecia que me corrigisse se estiver induzido em erro.

Então agora no meu caso, que sei fazera paginação e assim, e possivelmente só vou precisar da impressão, que pacote me aconselha?
(acho que é o "faça você mesmo", mas não tenho a certeza)

Albino Morais

Tecto de Nuvens disse...

De um modo geral a sua ideia está correcta. Só é necessário ressalvar que ambas as modalidades são económicas, mas a "Faça Você Mesmo" destina-se mais a profissionais da área, que, logo à partida criam os templates em que escrevem. A modalidade "Faça Você Mesmo" não foi concebida para que alguém usasse todos os módulos e é por isso que a edição, feita desse modo, fica mais cara.
Deixo também um aviso para esta modalidade, o livro tem que ser feito no nosso template e de acordo com o que vai estabelecido no manual. As dúvidas existentes terão de poder ser esclarecidas com o manual, não fazemos tutoriais, nem estamos disponíveis para tirar dúvidas sobre o processo.
Respondendo à sua pergunta, o meu amigo é quem sabe das suas capacidades, nós não temos qualquer elemento para o poder avaliar. Se já tem experiência em paginar e em fazer capas, opte pelo "Faça Você Mesmo", se tem dúvidas sobre como exectuar as diferentes tarefas, então é melhor deixar que sejamos nós a fazer o trabalho.

Albino disse...

Ok, muito obrigado por todas estas informações.

Queria fazer uma última pergunta... A partir de que idade é que se pode editar um livro... masi concretamente, eu tenho um neto com 13 anos, e ele escreve muito bem, inclusivé já foi premiado por algumas editoras, e eu queria que ele editasse um livro que já escreveu. Com tudo, não sei se poderá editar com 13 anos !?!?

Aguardo a resposta

Albino Morais

Natacha Oliveira disse...

Peço desculpa em intrometer-me na conversa, mas quando acima, referiu templates, queria dizer em PORTUGUES, exactamente o quê?

E aproveito para meter aqui mais uma dúvida... nós podemos discordar da capa que os ilustradores e toda a equuipa fazem (no plano tradicional, capa personalizada)? e podemos (na capa personalizada), dar a nossa opinião de como queremos que os designers façam?

Obrigado

Natacha Oliveira

Tecto de Nuvens disse...

Para Albino:

Não há uma idade mínima para se publicar, mas sendo menor, e com menos de 16 anos, convém que o contrato de edição seja assinado por um dos pais ou por um tutor.

Tecto de Nuvens disse...

Para Natacha:

Já nos chegou o seu email, que nos está a merecer a nossa melhor atenção, entre hoje e amanhã, terá a sua resposta.
Um template, é, à falta de melhor imagem, uma estrutura, neste caso de um livro, onde se colocam os elementos que são específicos a cada livro, ou seja, o texto.
Em relação às capas personalizadas podem, e devem, em qualquer das modalidades, dar a vossa opinião, são-vos sempre enviadas algumas alternativas para escolherem. Aliás, os designers e ilustradores concebem as capas a partir das ideias sugeridas pelos autores.
De resto, até nas capas standard há margem para o gosto pessoal de cada autor.

Natacha Oliveira disse...

Mas que eu saiba, as capas standard são capas já feitas ou estou enganada?

Tecto de Nuvens disse...

Se verificar no nosso catálogo vai ver que o livro " Sejam Felizes!" e o livro "Censurado em Angola" têm ambos capas standard, mas são de cores diferentes. Também nas contra-capas há diferenças, cabe a cada autor decidir como a quer.
Volto a repetir o que tem sido dito ao longo destas postagens, nós trabalhamos de modo personalizado, e é muito mais fácil analisar e fazer sugestões para casos específicos.

Natacha Oliveira disse...

Ok. Muito obrigado.

Só faço mais uma pergunta que me suscita um grande inetresse...

Nos livros editados pela "Tecto de Nuvens", há aquela página para afzer as dedicatórias? e aquelas coisas técnicas, de quem fez a capa, quando foi impresso, etc, é a editora que preenche certo?

Natacha Oliveira

Albino disse...

Já agora, quero agradecer por me terem dado estas informações tão preciosas. A Tecto de Nuvens é uma grande editora.

Mas, não pude deixar de reparar numas postagens aqui acima feitas. Quer dizer que na capa do estilo standard, nós só escolhemos a combinação de cores? o "boneco" é sempre aquele? e quando se referia a contra capas diferentes... pode indicar algumas?

Albino Morais

Tecto de Nuvens disse...

Para Natacha:

A sua pergunta fazia parte do seu email, será respondida quando tivermos oportunidade de lhe responder.

Para Albino:

Se consultar as postagens mais antigas ou se visitar a nossa loja, vai ver exemplos das nossas capas. Variáveis nas capas standard são discutidas caso a caso com cada autor.

Para outros interessados:

Temos todo o gosto em responder a todas as questões, mas pedimos que antes de as colocarem verifiquem as Perguntas Frequentes de todos os nossos serviços - são actualizadas com regularidade e, provavelmente, já lá encontram as respostas para as perguntas gerais.
Para perguntas específicas usem o serviço de informações disponível no nosso site ou enviem um email para um dos nossos inúmeros endereços de email. Compreenderão que manter os blogues actualizados nos rouba muito tempo, já para não referir que preferíamos que as postagens para cada entrada tivessem a ver com o assunto que originou a entrada. Sendo cada um de vós um potencial autor compreenderão a frustação que seria ver um grande número de postagens na notícia sobre o vosso livro e concluírem que nenhuma vos diz respeito.
Ficamos a aguardar os vossos contactos, no sítio do costume...